top of page
  • Foto do escritorWendell Correia

Pq o Axl Rose foi preso?

Atualizado: 13 de mar.

Axl Rose já arrumou muitas confusões e foi preso em algumas delas. Saiba quando e pq o vocalista do Guns N' Roses foi preso.


Axl Rose é o famoso vocalista do Guns N’ Roses, uma das maiores bandas de rock da história. Mas infelizmente, além da música, ele também é conhecido pelo atraso em shows e várias confusões ao longo da sua carreira.


Antes mesmo da fama por conta do imenso sucesso com a banda, Axl Rose foi preso em Lafayette – a sua cidade natal que fica no Estado de Indiana nos Estados Unidos. Aos 18 anos de idade, foi preso por roubo e danos materiais e, aos 20, foi preso novamente por agressão física.


Confira agora as 5 principais prisões de Axl Rose.


23 de novembro de 1987 em Atlanta - Agressão física


No dia 23 de novembro de 1987, o Guns N’ Roses estava tocando em Atlanta em uma turnê em que abriam os shows para o Mötley Crue. Durante a apresentação, Axl viu o segurança empurrando um amigo na plateia e foi pra cima do cara. Ele foi levado pros bastidores e a banda continuou tocando algumas músicas improvisadas e também alguns covers dos Rolling Stones enquanto esperava o Axl voltar pro palco para continuar o show, mas isso não aconteceu. Axl foi preso por “agressão física” e liberado no dia seguinte.



14 de julho de 1992 em St. Louis - Agressão física e danos materiais


A confusão mais famosa envolvendo o Axl Rose aconteceu na cidade de St. Louis no Estado de Missouri nos Estados Unidos. Mais precisamente no dia 2 de julho de 1991 quando tocaram no Riverport Amphitheater.


Já estavam na 15ª música do set que tinham preparado, que era “Rocket Queen”, quando Axl viu um cara na plateia filmando, o que era proibido. Axl avisou os seguranças, que não deram muita atenção. Então ele pulou no meio da galera pra brigar com o cara que estava com a câmera.


Depois de confrontar o rapaz da câmera, Axl falou que por conta do mal trabalho feito pelos seguranças, ele iria embora e saiu do palco, tacando o microfone no chão.

A banda continuou fazendo uma jam (improviso musical), mas então o Slash falou para o público que o Axl tinha quebrado o microfone, então também sairiam do palco.


Os integrantes da banda foram pro camarim e dizem que o Axl estava com o joelho machucado, mas que a banda tinha sim a intenção de voltar. Só que naquele momento, as pessoas da plateia se irritaram porque a banda não voltava e começaram a jogar cadeiras e tudo o que encontravam pela frente no palco. Mesmo com a equipe de segurança e com os policiais tentando conter os revoltados, não foi possível impedir que eles subissem no palco para quebrar a estrutura da banda e do teatro. Os equipamentos do Guns N’ Roses foram destruídos e foi estimado que o prejuízo foi maior que 200 mil dólares.

Os integrantes do Guns N’ Roses foram orientados a saírem o quanto antes do local e foram embora escoltados e escondidos. Já foram direto pra Chicago, onde seria o próximo show, até pra evitar problemas na justiça por conta dessa confusão. Mas o show de Chicago teve que ser cancelado porque eles não tinham equipamentos e só conseguiram voltar pros palcos quase um mês depois.


Depois eles foram pra Europa onde tinham uma turnê agendada. Axl foi processado por conta do incidente e foi preso quando a banda retornou pros Estados Unidos em 1992 por conta do que aconteceu em St. Louis. Ele foi liberado após pagar uma multa de 50 mil dólares.


Nos agradecimentos do encarte dos discos “Use Your Illusion”, Axl Rose escreveu “F*** You, St. Louis!” por conta dos incidentes na cidade.


A banda só voltou a tocar em St. Louis em 2017, 26 anos depois do incidente, com a turnê “Not In This Lifetime”, que celebrava a volta do guitarrista Slash e do baixista Duff McKagan pro Guns N’ Roses. Fizeram o show completo, tocando 31 músicas, e a apresentação não teve nenhum grande problema. William Stephenson, mais conhecido como “Stump”, que é o cara que estava filmando o show em 1991 e que despertou a ira do Axl Rose, estava na plateia do show novamente. Mas dessa vez não teve tumulto.



10 de fevereiro de 1998 em Phoenix - Conduta desordeira


No dia 10 de fevereiro de 1998, no aeroporto da cidade de Phoenix no Estado do Arizona nos Estados Unidos, a câmera de Raio X detectou um objeto na bagagem de mão do Axl que não foi possível identificar. Então a equipe de segurança queria ver o que ele carregava na bagagem, mas Axl não deixava abrir. Aparentemente era um óculos que ele tinha ganho de um amigo, mesmo assim não deixava que os seguranças tocassem no objeto e começou a ofender e ameaçar as autoridades. Os policiais informavam que se ele não se acalmasse, seria preso, o que aconteceu. Ele foi preso por conduta desordeira.



27 de junho de 2006 em Estocolmo (Suécia) - Agressão física e danos materiais


No dia 27 de junho de 2006, na madrugada depois de um show do Guns N’ Roses na cidade de Estocolmo, na Suécia, teve uma festa e a banda foi para o hotel onde estava hospedada.


Axl, que segundo testemunhas estava muito bêbado, começou a discutir com uma mulher no hotel e quebrou um espelho da recepção. Então segurança do hotel tentou contê-lo, mas Axl o mordeu na perna. Sim, foi uma mordida na perna do segurança. A polícia foi chamada ao local, que o algemou por conta do comportamento agressivo e o levou até a delegacia. Axl ainda ficou ameaçando o policial. Ele foi preso por agressão física e danos materiais e foi liberado após pagar fiança.



8 de dezembro de 1992 no Brasil – quase foi preso

Em dezembro de 1992, o Guns N’ Roses fez uma turnê pela América do Sul, passando aqui no Brasil por São Paulo e Rio de Janeiro. A banda já era um enorme sucesso e, por conta disso, chamava atenção da imprensa e fãs por onde passava. Irritado com a presença de jornalistas em frente ao hotel onde estava hospedado em São Paulo, Axl Rose jogou pela janela do seu quarto uma cadeira em direção aos jornalistas que estavam ali.


Não machucou ninguém, mas a polícia foi ao local e alegou que ele tinha colocado em risco a vida das pessoas ao jogar uma cadeira giratória pesada a uma altura de 10 metros. Ele teve que prestar uma declaração, onde assinou um boletim de ocorrência.

3.255 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page